Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Produtos e Serviços
Início do conteúdo da página

Produtos e Serviços

Publicado: Quinta, 06 de Junho de 2019, 21h07 | Última atualização em Sábado, 08 de Junho de 2019, 09h34 | Acessos: 121

Projeto Macrotesauros em Biotecnologia para a Amazônia


O Projeto de Desenvolvimento Tecnológico e Industrial-DTI, Macrotesauros em Biotecnologia para a Amazônia, foi desenvolvido no período de 2007 a 2009, sob a coordenação de uma equipe multidisciplinar da Universidade Federal do Amazonas-UFAM, com a colaboração do Centro de Biotecnologia da Amazônia-CBA e apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq e da Financiadora de Estudos e Pesquisa- FINEP. Justificou-se seu desenvolvimento pela inexistência de uma linguagem documentária constituído em um sistema de organização e recuperação de termos conceituais e relacionados entre si a partir dos aspectos hierárquicos, por associação e equivalência, de forma organizada, rápida e eficaz da área multidisciplinar da Biotecnologia, mais precisamente em seu contexto amazônico.

Cats



Com o objetivo de constituir um tesauro sobre a biotecnologia enquanto ferramenta automática, dinâmica e multilíngue, capaz de promover eficazmente o processo de recuperação da informação, quatro (04) foram as metas para viabilização desta ferramenta, tais como:

- Arquitetura de um instrumento automatizado para consulta rápida a um vocabulário pré-definido que facilitasse a busca, localização e recuperação da informação;
- Disponibilização de termos e seus conceitos, relacionados com a biotecnologia para a Amazônia, oferecendo uma informação estruturada;
- Composição de um vocabulário capaz de permitir a indexação, armazenamento e recuperação da informação associada a temas específicos da área em questão;
- Rápida recuperação das informações em temas específicos da biotecnologia para as necessidades expressas no contexto do CBA.

A partir das abordagens sobre Biotecnologia na Amazônia, tesauros, linguagem documentária, vocabulário controlado, fontes de informação e sistemas de recuperação da informação.

Entendeu-se por Tesauro um instrumento de recuperação da informação na qual é constituído por um vocabulário de termos de uma determinada área do conhecimento, relacionados genérica e semanticamente, formado por descritores dentro de uma relação semântica. Possibilitando, desta forma, estruturar um vocabulário capaz de oferecer suporte informacional principalmente aos especialistas quanto para os leigos na área da Biotecnologia, para obtenção de informação sobre algum aspecto da área tratada ou ainda a busca por assuntos diversos, por isso o nome “Macro”.

Whatsapp image 2019 06 07 at 22.19.26

Houve a escolha e estruturação inicial do vocabulário nos subcampos temáticos de Fármacos, Alimentos e Cosméticos, assim como a composição das relações e a escolha do público alvo, pela coordenação geral e coordenação de Biotecnologia, Biblioteconomia e Informática. A coleta dos termos e conceitos foi realizada junto ao CBA, com especialistas dos subcampos que indicavam o processo e escolha das fontes para validação dos termos, conceitos e suas relações, além da composição do mapa conceitual. A ferramenta automatizada foi implementada pela equipe de Informática, com as funcionalidades possíveis para busca dos termos e conceitos e interação na web, em dois ambientes distintos, administrativo e de navegação, com consultas simples, visual, por imagens e avançada.

Guia Base de Dados Manauenses

O guia Base de Dados Manauenses é fruto de pesquisa desenvolvida em nível de Iniciação Científica, nos anos de 2002 e 2003, na Universidade Federal do Amazonas. A pesquisa “Base de Dados manauenses: identificação e caracterização” teve como objetivo mapear e caracterizar as principais bases de dados especializadas em Manaus. Entendeu-se por base dedados uma coleção de registros similares entre si que contém determinadas relações entre esses registros, organizados de forma a permitir a recuperação da informação. Ao todo foram identificadas 155 bases de dados dos diferenciados tipos de conhecimentos sobre a biodiversidade amazônica: fauna, flora, rochas, etc. Os dados foram coletados junto às instituições geradoras de conhecimento sediadas na cidade de Manaus, sendo considerado os sujeitos da pesquisa: EMBRAPA Amazônia Ocidental; Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica – FUCAPI; Fundação de Dermatologia Tropical e Venereologia Alfredo da Matta – FUAM; Fundação do Câncer – FCECOM; Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas – HEMOAM; Fundação de Medicina Tropical do Amazonas; Fundação Vitória Amazônica; Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis – IBAMA; Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE; Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA; Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas – IPAAM; Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas do Amazonas – SEBRAE; Superintendência da Zona Franca de Manaus -  SUFRAMA; Universidade de Tecnologia da Amazônia – UTAM; e, Universidade Federal do Amazonas – UFAM. Buscou-se identificar o tipo de informação, as fontes de informação, o formato de disponibilização (se era digital ou impressa), a forma de acesso, a responsabilidade e a localização da base de dados.

 

 

Clique aqui para acessar o Macrotesauro.

Fim do conteúdo da página